Escola Família Agrícola de Belo Monte


  

Prêmio Biguá 2019


 

“Pedagogia de Alternância: Educação
para a Sustentabilidade da vida”
 banner bigua

 

O que é?

 

O Prêmio Biguá de Sustentabilidade foi instituído em 2012 pela TV Gazeta Sul, com o objetivo de divulgar, valorizar e incentivar a preservação ambiental, premiando empresas, instituições, escolas e pessoas da sociedade sul capixaba, que destacam-se por praticar ações de proteção, recuperação, preservação e cuidado com o meio ambiente. O foco do Prêmio é difundir as “Experiências de sucesso no uso sustentável, preservando e recuperando os recursos naturais (solo, água, fauna e flora)”, envolvendo em especial produtores rurais, prefeituras, escolas e sociedade, despertando as pessoas para a importância do uso consciente e sustentável dos recursos naturais. Serão contempladas no prêmio as categorias: Sociedade Civil, Produtor Rural, Escola, Ensino Superior, Empreendedor Ambiental e Prefeitura Municipa​l​, com ações ambientais nas áreas de abrangência das Bacias Hidrográficas dos Rios Itapemirim, Itabapoana, Beneventes, Rio Novo e das lagunas costeiras.

 

Conheça mais sobre o Prêmio: https://bit.ly/31VDbCv

 

O projeto Vencedor

 

Em 1° lugar ficou a Escola Família Agrícola de Belo Monte, em Mimoso do Sul, com o projeto “Pedagogia de Alternância: Educação para a Sustentabilidade da
Vida”.


Durante uma semana os alunos ficam na escola, tendo aulas teóricas e práticas. Na outra, estão em casa, com a família, repassando os conhecimentos adquiridos. O sistema chamado Pedagogia da Alternância é utilizado na Escola Família Agrícola Monte Belo, em Mimoso do Sul. E usando técnicas que priorizam a sustentabilidade vem alcançando excelentes resultados.

 

A coordenadora pedagógica da escola, Simone Ferreira Ângelo, explica que o modelo possibilita que os jovens de áreas rurais permaneçam no campo, mas tendo total acesso à educação. ” Esse sistema é importante porque oportunizou que os jovens não saíssem das suas comunidades para poder estudar. A gente entende que quando o jovem sai da comunidade para estudar numa cidade, geralmente esse jovem não volta, ele começa a perder as suas raízes”, diz.

 

É exatamente o que a jovem Giovana Theodoro, aluna da escola, não quer. Pelo contrário, ela se dedica e aprende sobre agricultura orgânica com intuito de permanecer no campo. ” Não tem como explicar. Eu amo essa área porque é a nossa vida isso, eu sempre gostei”, afirma.

 

O sistema de cultivo sem uso de agrotóxico é prioridade na Escola Família Agrícola de Monte Belo. Através de técnicas simples, os alunos aprendem que é possível produzir sem agredir o meio ambiente e a saúde dos consumidores dos alimentos.

 

“Não dá para desenvolver o meio mais de qualquer maneira, a gente sabe disso e tem pago por isso. Então para se desenvolver o meio, seja ele economicamente ou socialmente, tem que passar pela questão ambiental. Os projetos que nós desenvolvemos estão ligados à questão da sustentabilidade”, afirma o diretor da escola, Edson Moreno.

 

Os resultados já podem ser vistos nas propriedades dos pais dos alunos. O produtor Airton Santos hoje utiliza uma inseticida orgânico nas hortaliças, que aprendeu a fazer com o filho. E a plantação está livre de veneno. “Eu tinha um conhecimento, mas muito pouco. Ele que está ajudando a primorar e a gente está aplicando aqui”, conta.

 

O projeto Pedagogia da Alternância: educação para sustentabilidade da vida” foi o vencedor do Prêmio Biguá 2019 na categoria Escola.

 

Créditos do texto: TV Gazeta Sul

 

 

gpsEstrada de Belmonte, s/nº
CEP: 29400-000
Patronato – Mimoso do Sul / ES
Telefone: (28) 99915-0508